COVID-19

​Crianças escrevem cartas solidária para profissionais que trabalham durante a pandemia em Presidente Prudente.
Mensagens têm o objetivo de apoiar quem está trabalhando na rua, mesmo durante o período de isolamento social.




Alunos escrevem cartas a profissionais essenciais durante a pandemia — Foto: Charles Chagas/Escola Champagnat

Alunos de um colégio particular de Presidente Prudente escrevem cartas com palavras de carinho, incentivo, agradecimento, fé e esperança aos profissionais que trabalham incessantemente durante a pandemia do novo coronavirus. As cartas são escritas a mão e ilustradas com desenhos feitos pelas próprias crianças, proporcionando um sentimento de carinho, afeto e aconchego para quem vai recebê-la. 

Nesse período de isolamento social devido a pandemia do novo coronavirus os profissionais da saúde são sempre os mais lembrados, contudo temos outras ocupações tão importantes que também merecem ser lembrados, como os policiais, profissionais responsáveis pela limpeza urbana, caixas de supermercados.

Segundo a coordenadora pedagógica Antonielle Silva de Magalhães Correa, co-responsavel pela atividade, diz que “resolveram dedicar nossas cartas para outras áreas sem as quais o isolamento social não teria sido possível, afinal, ainda que confinados, precisamos de limpeza, segurança e abastecimento de nossas casas”. Sendo assim, cada série ficou responsável por escrever as cartas para cada profissional.

Alunos escrevem cartas a profissionais essenciais durante pandemia — Foto: Charles Chagas/Escola Champagnat

Realizar um projeto que usa a escrita de cartas como uma forma de comunicação, faz com que a criança se torne sujeito da construção do seu conhecimento, despertando a criatividade, o sentimento de empatia, respeito e gratidão, além de ser um agente transformador na comunidade local.

Alunos escrevem cartas a profissionais essenciais durante pandemia — Foto: Charles Chagas/Escola Champagnat

Alunos escrevem cartas a profissionais essenciais durante pandemia — Foto: Charles Chagas/Escola Champagnat
Gestos como esse evidenciam cada vez mais que a educação e o amor podem mudar o mundo.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



COVID-19  |   23/11/2020 15h20





COVID-19  |   16/11/2020 10h19


COVID-19  |   09/11/2020 09h50